Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Lost Mind

Oi, paranoia, como vai?

Lost Mind

Oi, paranoia, como vai?


07.04.18

Desabafos de um coração silencioso...

Naveguei por águas do amor e quase me afoguei. Por sorte saltei do navio antes dele naufragar e sobrevi. Por algum tempo senti sufocar. Sento-me sem ar. Senti os meus pulmões cheios de água, incapacitando-me de respirar. Senti a perder o controle mais de que uma vez. Mas escapei. Percebi que somos nos que fazemos o nosso destino. Que só nos podemos fazer com que sejamos felizes. E se algo está a perturbar-te ou algo está a fugir do teu controle, tu tens o poder de dizer CHEGA. Eu não quero um amor que me entristeza. Porque o amor não é insegurança, não stress, pressão. Amar é sentir-se nas nuvens e sorrir. E eu ainda não senti isso.

2 comentários

Comentar post

Mais sobre mim

imagem de perfil

Blog de Histórias

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.